Faculdade Fibra 2018.

(62) 3313-3500

Alunos de Enfermagem da Faculdade Fibra participa da campanha Outubro Rosa;

5/11/2018

O Outubro Rosa é uma campanha para a prevenção e conscientização do Câncer de Mama. A iniciativa partiu da Fundação Susan G. Komen for the Cure, onde foi também oficializada a primeira corrida pela cura, em 1990.

O objetivo da Campanha é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença. A campanha:

  • enfatiza a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas;

  • informa que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos;

  • mostra a diferença entre mamografia de rastreamento e diagnóstica;

  • esclarece os benefícios e malefícios da mamografia de rastreamento;

  • informa que o Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias.

 

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos.

Para o Brasil, estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer também é o primeiro mais frequente nas mulheres das Regiões Sul (73,07/100 mil), Sudeste (69,50/100 mil), Centro-Oeste (51,96/100 mil) e Nordeste (40,36/100 mil). Na Região Norte, é o segundo tumor mais incidente (19,21/100 mil)

 

FATORES DE RISCO

 

O câncer de mama não tem somente uma causa. A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença (cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos). Outros fatores que aumentam o risco da doença são:

 

Fatores ambientais e comportamentais:
 

  • Obesidade e sobrepeso após a menopausa;

  • Sedentarismo (não fazer exercícios);

  • Consumo de bebida alcoólica;

  • Exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X).

Fatores da história reprodutiva e hormonal
 

  • Primeira menstruação antes de 12 anos;

  • Não ter tido filhos;

  • Primeira gravidez após os 30 anos;

  • Não ter amamentado;

  • Parar de menstruar (menopausa) após os 55 anos;

  • Uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona);

  • Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

Fatores genéticos e hereditários*
 

  • História familiar de câncer de ovário;

  • Casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos;

  • História familiar de câncer de mama em homens;

  • Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

*A mulher que possui um ou mais desses fatores genéticos/ hereditários é considerada com risco elevado para desenvolver câncer de mama.

SINAIS E SINTOMAS

 

É importante que as mulheres observem suas mamas sempre que se sentirem confortáveis para tal (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem técnica específica, valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias.
Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;

  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

  • Alterações no bico do peito (mamilo);

  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;

  • Saída espontânea de líquido dos mamilos

As mulheres devem procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica ao identificarem alterações persistentes nas mamas. No entanto, tais alterações podem não ser câncer de mama.

 

PREVENÇÃO

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:

  • Praticar atividade física regularmente;

  • Alimentar-se de forma saudável;

  • Manter o peso corporal adequado;

  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;

  • Amamentar

Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS (INCA - Ministério da Saúde, 2018).

 

A FACULDADE FIBRA meio do Núcleo de Extensão e Curso de Enfermagem elaborou uma programação intensa para a mobilização desta campanha nacional.

  1. Campanha de Prevenção com panfletos e murais para a população acadêmica durante todo o mês de outubro;

  2. Palestra educativa para idosos da região sul;

  3. Atendimento individualizado para mulheres no Brasil Park Shopping;

  4. Palestras educativas nos ESFs da cidade;

  5. Palestra educativa na BISNAGA – DAIA;

  6. Palestra aberta à comunidade – Auditório da Faculdade Fibra dia 31/10 às 20h20m

 

Declare seu amor por você mesma! Participe conosco da campanha cor de rosa.
O câncer de mama pode ser prevenido.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload