Faculdade Fibra 2018.

(62) 3313-3500

Poema Vale da Lama

11/5/2019

 

"Dias bonitos se vão, não vejo o sorriso no 
rosto da dona Rosa e muito menos 
onde era a mercearia do seu João.

 

Estado grande, bonito, rico,
Sendo usurpado por uma onda de egoísmo.

A vida não tem preço, então porque
toda vez que escolhem a barragem mais barata eu desapareço?

 

 

Deputados vetam, atrasam, se calam sobre leis de fiscalização,
 e quando o crime acontece, tratam como mais
 um outro "desastre ambiental" da nossa Nação.

 

E como fica a dona Rosa o seu João, e Brumadinho? 
Quantas mais cidades serão consequência desse nosso "jeitinho ".

"Jeitinho brasileiro”, na política só resulta em tragédia,
descaso e o próprio bem financeiro.

 

País sem tsunamis, terremotos, furacões, uma verdadeira
obra prima Continental, quem diria que a corrupção dos

homens que seria o nosso maior desastre natural"

 

Autores 9° Período Direito

 

Francielly Morais Gomes

Gabriel Henrique Corrêa Aniceto

Paula Amaral Couto

Rodolfo Roberto de Araújo Pereira

Veygna Cynthia Rosa de Sousa

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload